sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Medicamentos e Remédios para dormir

Medicamentos e Remédios para dormir

remedios-comprimidos-dormir
Medicamentos, Comprimidos e Remédios para dormir
Grande parte da população mundial sofre de insónias, ainda que este método não seja o mais indicado para o tratamento deste problema, existem determinadosmedicamentos e remédios capazes de provocar o sono.
Os medicamentos e remédios referidos são os hipnóticos. Estesmedicamentos e remédios têm a capacidade provocar o sono, sendo por isso utilizados como estratégia para tratar a insónia. Este tipo de remédios emedicamentos são conhecidos como sedativos, tranquilizantes ou drogas ansiolíticas (são drogas sintéticas usadas para diminuir o stress a ansiedadee a tensão acumulada).
Como actuam os hipnóticos?
Os hipnóticos fixam-se nos receptores do cérebro, aumentando os efeitos de uma substância química que inibe a transmissão de sinais eléctricos no cérebro. Em consequência a estes efeitos, a actividade geral do cérebro diminui, o que provoca o sono.
Estes hipnóticos não devem de ser ingeridos juntamente com:
  • Bebidas alcoólicas
  • Outros hipnóticos
  • Narcóticos
  • Anti-histaminicos
  • Antidepressivos
Na utilização destes medicamentos e remédios não é aconselhável a condução de um automóvel ou a operação de equipamentos, uma vez que estes reduzem o estado de alerta diurno.
ATENÇÃO! – Como foi referido no início, este método não é o método mais indicado para tratar as insónias e não é recomendado! Veja aqui o nosso artigo de como tratar as inónias sem remédios e medicamentos.
Os medicamentos e remédios para tratar as insónias causam dependência. O organismo acostuma-se às doses que estão a ser administradas e com o passar do tempo caso o individuo deixe de tomar os medicamentos, as insónias irão voltar, pois o organismo irá sentir falta disso. Por outro lado, caso continue a tomar os medicamentos, o organismo irá se habituar às doses ingeridas e a certa altura já não irá surgir efeito. Para tratar esse problema será necessário aumentar as doses para que o medicamento volte a fazer efeito.
Este tipo de medicamentos também contém alguns efeitos secundários não desejáveis, que se manifestam com o passar do tempo como é o caso de:
  • Amnésia
  • Tremores
  • Confusão
  • Hipotermia
  • Náuseas e/ou vómitos
  • Diarreia
  • Alterações do apetite
  • Alterações visuais
O recomendado é fazer tratamento contra insónia sem recorrer ao uso de medicamentos!
PS: Se tiver como opção tomar medicamentos e remédios para tratar o caso das insónias, antes de tomar algo deverá sempre aconselhar-se junto do seu médico ou farmacêutico.
O uso da Melatonina no tratamento da insónia.
Sendo que os medicamentos não sejam os mais indicados para tratar o problema das insónias, existe como alternativa a ingestão de melatonina.
Melatonina é uma hormona produzida pelo nosso organismo que influencia a regulação do sono. É uma hormona produzida naturalmente pelo nosso organismo, principalmente quando anoitece, de uma forma mecânica em resposta ao escuro. Se permanecerem luzes acesas durante a noite (ex: computador, televisão, candeeiros, etc), esta hormona não é produzida de forma eficaz, diminuindo assim a sensação de sono. (Obs: A produção de melatonina diminui com o envelhecimento).
A suplementação com melatonina é um substituto eficiente e natural à toma demedicamentos e remédios para dormir. Porém as suas doses têm de ser controladas. A toma de 2 mg de melatonina é o mais indicado para tratar a insónia de uma forma natural e eficiente. O uso desta hormona aumenta o tempo e a qualidade de sono, pelo que o recomendado é ser tomada meia hora antes de ir dormir.
O facto de não ser um medicamento em si, não corre o risco de ter efeitos viciantes como os que foram referidos nos hipnóticos, nem perde eficiência com o uso prolongado, e pode ser tomado por qualquer pessoa de qualquer idade, ainda que não seja recomendado, a crianças inferiores a 12 anos.
A melatonina pode ser encontrada em forma de comprimidos ou pode ser adicionada a alimentos sob a forma de suplemento alimentar.
Medicamento Natural com Melatonina > Angelicalm Comprimidos
É relembrado mais uma vez, que antes de tomar quaisquer químicos com intenção de provocar o sono, deverá se aconselhar junto do seu médico ou farmacêutico. Por norma estes tipos de medicamentos não são vendidos sem receita médica.
O Tratamento das Insónias é um tratamento que deve ser avaliado por um especialista médico, e nunca se deve optar pela auto-medicação e pela toma de remédios ou medicamentos que podem complicar ainda mais um estado psicológico frágil que a pessoa com insónias acarreta. Procure sempre combater a insónia sem remédios e medicamentos, e procure sempre métodos alternativos para substituir os tratamentos prescritos pela medicina convencional, no combate às insónias.
http://www.insonias.com/

O que é transtorno bipolar?

Sintomas bipolares

Quando se trata de doença mental, há uma abundância de estereótipos. Mas, na realidade, os transtornos do humor podem ser difíceis de identificar, particularmente em pessoas com sintomas de transtorno bipolar.
O mais comum seria o mau humor ou problemas no trabalho ou cansaço que nunca acaba.

O que é transtorno bipolar?

O transtorno bipolar, algumas vezes chamado de psicose maníaco-depressiva, afeta cerca de 6 milhões de adultos Brasileiros, ou cerca de 2,5% da população adulta. A maioria das pessoas com este transtorno alterna entre depressão, mau humor ou até mesmo problemas graves ao se relacionar com outras pessoas.

Separamos 10 sinais clássicos para você identificar problemas de humor que ou não podem ser devido a mais de uma personalidade peculiar ou difícil. Transtorno bipolar sintomas.


Humor variado

O transtorno bipolar é caracterizado por episódios de Humor elevado e depressão. Durante a fase depressiva, alguns pacientes podem ter uma ruptura total da realidade.
Mas a hipomania, que também é um sintoma da doença, é um estado de alta energia em que uma pessoa sente-se exuberante, mas não perdeu sua noção da realidade. Hipomania pode ser um estado muito agradável. O humor de uma pessoa pode ser elevado, ela pode ter energia abundante e criatividade fora do comum, é muito comum pessoas neste estado sentir euforia extrema. Este é o lado "up" do transtorno bipolar para algumas pessoas.


A incapacidade de realizar tarefas

Ter uma casa cheia de projetos não concluídos e meio é uma característica marcante do transtorno bipolar. As pessoas que podem aproveitar a sua energia quando estão em uma fase de hipomania podem ser realmente produtivas.
Aqueles que não podem muitas vezes passar de uma tarefa para outra, o planejamento de grandes projetos, irrealistas que nunca são acabados antes de passar para outra coisa. Uma grande característica de pessoas que sofrem desse problema é a distração pode-se começar um milhão de coisas e nunca terminar.

Depressão

Uma pessoa que está em um estado Bibolar depressivo vai sempre achar que tem apenas uma depressão comum. Essas pessoas têm a mesma disposição e problemas com a energia, apetite, sono e foco que outras pessoas comuns que têm depressão ou mesmo são mais idosos, ou seja, elas têm o ritmo de uma pessoa Idosa.
Infelizmente, antidepressivos típicos não funcionam bem em pacientes que são bipolares. Eles podem até mesmo amenizar mais não vão curar o problema, podendo até mesmo pior sua condição, os antidepressivos podem ser perigosos em pessoas com problemas bipolares.


Irritabilidade

Algumas pessoas com esta condição sofrem de alegria mista, onde elas experimentam sintomas de alegria e depressão ao mesmo tempo. Durante esse estado, ficam muitas vezes extremamente irritadas.
Todo mundo tem dias ruins, o que torna este tipo de bipolaridade muito mais difícil de reconhecer. É normal uma pessoa ficar irritada ou temperamental mais não todos os dias se você age assim com certeza você pode consultar um medico.
Mas em pessoas com transtorno bipolar esta situação interfere no seu dia a dia seja nos relacionamentos ou mesmo a simples tarefas como ver televisão se tornam impossíveis de ser realizadas com isso a pessoa acaba se isolando de outras por não saber conviver com isso ou mesmo não saber que é Bipolar, pois na maioria das vezes não sabe como controlar isso.


Fala rápida

Algumas pessoas são naturalmente falantes, todos nós sabemos que um tagarela gosta de falar pelos cotovelos. Mas o discurso insistende e interrupto é um dos sintomas mais comuns do transtorno Bipolar. Esse tipo de discurso ocorre quando alguém não está realmente em uma conversa de duas vias. Ou seja, a pessoa só quer falar mais nunca gosta de parar para ouvir.
A pessoa vai falar rapidamente e se você tentar falar, provavelmente eles vão apenas falar em cima da sua fala. Pessoas assim sempre que possível vai puxar assuntos de temas diversos.

Problemas no trabalho

As pessoas com este transtorno muitas vezes têm dificuldade no local de trabalho, porque muitos de seus sintomas podem interferir com sua capacidade de aparecer para trabalhar, fazer o seu trabalho e interagir de forma produtiva com os outros.
Além de ter problemas para completar tarefas, eles podem ter dificuldade em dormir, irritabilidade sem motivo aparente, depressão, o que causa problemas de humor adicionais podendo causar sono excessivo. Muitos dos problemas no local de trabalho pode ser tranquilamente de pessoas com distúrbio Bipolar.


Abuso de álcool ou drogas

Cerca de 50% das pessoas com transtorno bipolar também tem um problema de abuso de substâncias, especialmente o uso de álcool. Muitas pessoas vão beber quando estão eufóricas ou mesmo quando está deprimida isso para tentar esquecer a realidade e melhorar a depressão.

Comportamento Anormal

Quando elas estão em uma fase maníaca, as pessoas com transtorno bipolar pode ter uma autoestima inflada, é normal se sentirem grandiosas e não consideram as consequências, tudo girar em torno de um mundo perfeito.
É normal pessoas com distúrbio Bipolar fazerem ou aceitarem tratamentos sexuais que nem outra pessoa normal aceitaria ou faria.


Problemas do sono

Pessoas com essa condição muitas vezes têm problemas de sono. Durante a fase de depressão, elas podem dormir demais, e sentir-se cansada. Durante a fase maníaca da doença.
Ou mesmo com apenas algumas horas de sono a cada noite, eles podem se sentir bem e tiver muita energia. Ter um horário regular de sono é uma das primeiras coisas que se recomenda para pacientes bipolares.


Fuga de ideias

Este sintoma pode ser algo difícil de reconhecer, mas ocorre com frequência quando alguém está em uma fase maníaca da doença. As pessoas se sentem como se sua mente tivesse sem freio em uma decida isso faz com as pessoas Bipolares não consigam controlar ou diminuir os seus pensamentos.
É comum pessoas com transtorno bipolar não reconhecer ou admitir que a sua mente esteja fora de controle. 
http://www.dieta.blog.br/